:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: Além da politicagem

quinta-feira, junho 08, 2006

Além da politicagem

por Eduardo Guimarães

Um pequeno exército de sem-terras depreda a Câmara dos deputados e a oposição acha que o povo vai se revoltar contra o governo federal (leia-se contra o presidente Lula) da mesma forma que recente pesquisa Ibope sobre a sucessão presidencial mostrou que os paulistas se revoltaram contra o governo do Estado de São Paulo (leia-se contra Geraldo Alckmin). Certa de que desta vez vai (leia-se que, desta vez, o presidente da República perderá votos), a oposição tucano-pefelista, na pessoa do senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), conclama os militares a darem outro golpe de Estado.

Na manhã de quarta-feira (7/6), tomando café numa padaria da zona Sul de São Paulo às 7 da manhã, presencio o seguinte diálogo entre um advogado, o copeiro do estabelecimento, um motorista de taxi e uma vendedora de Yakult:

Vendedora -- Vocês viram o que fizeram em Brasília?
Advogado -- Esses sem-terra são uns vagabundos, mas que também tenho vontade de quebrar aquele chiqueiro, tenho.
Copeiro -- Pena que não quebraram os políticos também.
Motorista -- Pena mesmo é que não jogaram uma bomba lá.

Some-se o ataque dos sem-terra com as ações terroristas do PCC em São Paulo e se obterá o indício de uma gravíssima convulsão social neste país. Um problema que a tal "elite branca" parece achar que combaterá com golpe militar, como foi feito em 1964 por muito menos, ou com execuções sumárias pela polícia de todos os que transgredirem a lei. O diabo, no entanto, é que essas execuções às vezes também atingem meros suspeitos de serem criminosos, como parece que andou acontecendo em São Paulo durante os ataques do PCC.

Não cometerei a heresia de pedir à oposição e à imprensa que não tentem - como tentaram fazer em São Paulo por conta dos ataques do PCC e, como mostrou a pesquisa Ibope acima mencionada, se deram mal - tirar proveito político do episódio da Câmara. Mas, dando certo ou não a estratégia, acho que já passou da hora de este país discutir seriamente sua iniqüidade social. O Brasil não pode esperar que soltar esquadrões da morte por aí ou colocar generais de novo no poder termine em desastre para só depois debruçar-se sobre a catástrofe social brasileira.

PS: pesquisa Datafolha sobre os ataques do PCC feita exclusivamente em São Paulo afirmou que a maioria dos paulistanos culpou mais Lula do que Alckmin. Pesquisa Ibope sobre a sucessão presidencial feita em São Paulo e divulgada na última terça-feira, porém, mostra que Lula ultrapassou Alckmin também nesse Estado. Em minha opinião, o Datafolha falsificou o resultado de sua pesquisa supra mencionada.
http://edu.guim.blog.uol.com.br/

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home