:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: O Estadão: duro na queda

quarta-feira, setembro 06, 2006

O Estadão: duro na queda

O fraco desempenho de Geraldo Alckmin e a proximidade das eleições presidenciais têm provocado declarações surpreendentes por parte de lideranças da oposição. O ex-presidente FHC revela inclinações golpistas, o presidente pefelista Jorge Bornhausen sugere que Lula pode vencer no primeiro turno, apoiadores da candidatura tucana nos estados começam a abandonar o barco.

Neste contexto tão difícil para a coligação de direita, um bastião permanece firme: o jornal O Estado de S.Paulo.

O Estadão vem fazendo a campanha de Alckmin há tempos. Nesta reta final, descambou para os ataques explícitos à candidatura de Lula. Um exemplo disto é a acusação de que nossa campanha teria utilizado recursos públicos no comício realizado na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro.

Nesta terça-feira, mesmo após a campanha Lula apresentar comprovantes de que as despesas de viagem dos jovens que participaram do comício não foram pagas pelo governo federal, o jornal insistiu na tese de que o "PT livra Planalto, que se cala sobre uso da máquina". Em editorial, fala em falta de escrúpulos de quem "seria capaz de reduzir a Presidência a comitê eleitoral".

A parcialidade do Estadão é demonstrada por pesquisa realizada pelo Observatório Brasileiro de Mídia. O relatório da cobertura entre os dias 26/8 e 1º/9 apontam que, da totalidade de reportagens para cada candidato, Lula teve a maior porcentagem de matérias negativas: 46%; seguido de Alckmin 33,3%. Além disso, quando se considera as matérias que tratam do presidente Lula, constata-se 41,7% de reportagens negativas.

No mesmo período, das reportagens dedicadas a cada candidato, Alckmin teve 85,7% de matérias positivas, enquanto o candidato Lula obteve apenas 28%. E o presidente Lula teve apenas 27,8% de reportagens positivas.

Como se vê, o Estadão continua o mesmo. Para seu azar, a maior parte do povo está do outro lado do rio.

Boletim Lula Presidente

3 Comments:

At 6/9/06 14:25, Anonymous Anônimo said...

Eu acho um absurdo depois de tudo q aconteceu nesse país ainda ter gente que realmente queira a reeleição do Lula, nao me diga q vc tbm vai votar no Palocci e no Genoino....ou melhor no Valdemar Costa Neto....afffff...sem comentarios

 
At 6/9/06 14:38, Blogger João Carlos said...

Eu já acho um absurdo alguém acreditar cegamente numa imprensa que tem um conhecidíssimo histórico golpista. Acho um absurdo também, alguém que não vota no Lula por causa da tal questão ética, mas vota no Alckmin, responsável pelo engavetamento de quase 70 CPIs em SP. Mais absurdo ainda é terminar um comentário com o termo "affff".

 
At 7/9/06 02:40, Anonymous jose justino de souza neto said...

Absurdo é um sujeito que não mostra a face (não diz o próprio nome) e fica arrotando moralismo para cima dos outros.
Cada vez que vejo falsos-moralistas repetirem as baboseiras da mídia empresarial, que devem ter conseguido memorizar com os poucos neurônios que possuem, mais aumenta a minha convicção que agora, com este governo, o Brasil está começando a mudar.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home