:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: A imprensa mente.

sexta-feira, agosto 04, 2006

A imprensa mente.

A cobertura jornalística durante o governo Lula provavelmente não entrará para o currículo da imprensa como mais um de seus maus exemplos. Pelo contrário, provavelmente esse período ficará registrado como um momento de glória do tão falado "jornalismo investigativo". A verdade é que nunca na história republicana se viu uma perseguição tão implacável e injusta contra um partido e um presidente da República.

O escândalo da famosa edição do debate de 1989 entre Collor e Lula é pouco perto das sucessivas mentiras propaladas que criaram e alimentaram a tal crise política. Mentiras que muitas vezes foram desmascaradas mais tarde, mas poucas vezes assumidas. Aliás, já até sugeriram a troca de nome das seções "Erramos" dos jornalões para "Mentimos". Sem dúvida seria uma definição muito mais honesta.

Um caso emblemático do desmascaramento da imprensa é o caso Celso Daniel. Não foram poucas as vezes em que se insinuou o envolvimento de José Dirceu no assassinato do ex-prefeito de Santo André. Toda a imprensa se posicionou claramente ao lado do irmão de Celso Daniel que acusava Dirceu de receber dinheiro de Gilberto de Carvalho oriundo de esquemas de corrupção em Santo André. Foram semanas de insinuações contra o ex-ministro em um caso gravíssimo que terminou em homicídio. Isso ficou ainda mais claro nas colunas opinativas de jornalistas como Eliane Castanhede, Clóvis Rossi e outras figurinhas anti-petistas que transbordam na imprensa. Essa semana, o irmão de Celso Daniel teve que se retratar para evitar a ação judicial por danos morais, calúnia e difamação. Confessou que mentiu. Claro que essa notícia não foi alardeada aos quatro cantos da mesma forma que as acusações, já que a imprensa havia comprado a briga e seria constrangedor destacar o próprio nocaute. Teve jornal até que não publicou sequer uma notinha de rodapé sobre o desmentido.

Citei apenas esse caso, mas a lista de mentiras fabricadas pela imprensa no último ano é extensa. Começou com mensalão, passou por dólares de Fidel em caixas de whisky presenciado apenas por um falecido, contas de Lula no exterior e chegou-se até ao cúmulo de se insinuar ligações petistas com o PCC, enquanto que a comprovadíssima Lista de Furnas tucana foi tratada com discrição e já caiu no esquecimento faz tempo.

Não quero ser ingênuo e dizer que tudo o que se noticiou durante esses últimos anos foram somente inverdades e acusações levianas, pois estaria incorrendo no mesmo erro dos jornalistas. Claro que houve corrupção, mas a cobertura jornalística foi totalmente tendenciosa e manipuladora. Nos inúmeros casos de corrupção dos governos anteriores a imprensa destacava a ação dos indivíduos e poupava os partidos. Quando Lula assumiu o governo, a imprensa colocou em xeque a credibilidade e os ideais de todo um partido desde o primeiro capítulo da crise. Durante os 8 anos de governo FHC, nunca se questionou a ética peesdebista, sendo que as práticas de corrupção dos tucanos foram muito piores e mais numerosas. Vide a compra de votos para aprovar a emenda da reeleição, que com certeza é um dos casos mais escandalosos da história política brasileira ao lado das privatizações. Mas o PSDB sempre saiu ileso.

O viés ideológico das notícias tem sido tão evidente que não é nenhuma insanidade imaginar que de fato exista um complô da grande imprensa contra o Partido dos Trabalhadores e o presidente Lula, que são atualmente os dois maiores símbolos da esquerda no Brasil. E não é teoria da conspiração. É a mais pura realidade. A tentativa de golpe na Venezuela que teve como principal protagonista os grandes veículos de imprensa, prova que a instrumentalização da mídia pelos setores conservadores não é mania de esquerdista, nem coisa do passado.

Apesar dos menos atentos negarem, a luta de classes está mais viva do que nunca e nessa nova conjuntura a mídia tem tido papel fundamental na defesa dos interesses das elites e não darão folga àqueles que lutam por grandes mudanças. E é bom dar nome aos bois. Quem está na linha de frente do batalhão são os seguintes veículos: Revista Veja, Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, Rede Globo e TV Bandeirantes. E os seguintes jornalistas: Clóvis Rossi, Eliane Castanhede, Tereza Cruvinel, Miriam Leitão, William Bonner, Diogo Mainardi, Ricardo Noblat, Alexandre Garcia. A idéia é impedir a reeleição do ex-operário, ou pelo menos enfraquecer a bancada petista para o novo Congresso e, assim, dificultar a disputa ideológica para aqueles que representam a esquerda brasileira.

Como já disse o imparcial jornalista Franklin Martins, recentemente demitido da Rede Globo e que hoje é a "flor do lodo" na TV Bandeirantes, "a imprensa está com Alckmin, não há dúvidas". Nunca deu-se tanto destaque a candidatos de menor expressão, mas pela primeira vez isso está acontecendo. Está claro que a intenção é tirar votos de Lula.

E fiquemos de olhos abertos, pois nessa reta final tudo pode acontecer. O jogo não está ganho. Não tenho dúvidas que os velhos tubarões representados pela grande imprensa estão guardando as melhores cartadas para o final. A história respalda essa afirmação.

João

7 Comments:

At 4/8/06 14:33, Anonymous Marco Antonio - Porto Alegre said...

Verdade. Eu mesmo, por exemplo, nem sabia dessa retratação do irmão do Celso Daniel. E olha que acompanho bastante o noticiário político. Isso é uma vergonha. Continuem a denunciar esses calhordas da imprensa!

 
At 7/8/06 10:06, Anonymous soldadonofront said...

ESTE MOMENTO HISTORICO QUE ESTAMOS ATRAVESSANDO NA HISTORIA RECENTE DO BRASIL, NOS LIVROS DE HISTORIA PODERIA SE CHAMAR: A ERA DA HIPOCRESIA OPOSICIONISTA E MIDIATICA.

 
At 7/8/06 18:02, Anonymous Anônimo said...

O "João", para Garrincha tu seria um prato cheio. Meu amiguinho Mensalão não existiu, o Lula não estava na casa dos acordos co PL, dólar na cuéca do irmão de Genuíno é mentira, Pallóci não se envolveu em safadeza, José Dirceu é um anjo, o filho do Lula não recebeu propina de empresa de celular e etc.etc.etc. Realmente existe muita hipocresia principalmente quando se permite que analfabeto eleja alguém para o principal cargo da nação.Quanto a partidos políticos, eles simplesmente são deixados de lado em nome do poder a qualquer preço. O fundamental é que o nordeste continue nos prioncipais cargos: Presidente da república, Presidente da Câmara, Presidente do Senado e por aí a fora, não interessa o partido. E viva a hipocresia!!!

 
At 7/8/06 19:08, Blogger João Carlos said...

Caro anonimo,

te recomendo aulas de interpretação de texto, pois percebo que voce tem sérias dificuldades em compreender um texto simples como esse.

volte sempre!

 
At 11/8/06 10:38, Anonymous LEDINO PESTANA said...

parabens pela claresa e articulação da matéria. esse anonimo ai é fantasticamente burro e alienado. por ai esta cheio de gente assim, imagina qual é a relação familiar desse sujeito(a). que coisa, não sei nem o que dizer.

 
At 15/8/06 12:16, Anonymous Anônimo said...

A hora dos corruptos estão chegando, será q vai ser a hora em q vão ganhar mais uma eleição baseada em mentiras ou vão se dar mal com as leis da verdadeira justiça q é a q vem do Alto!!??? Podem tentar ganhar, fazer mais mal e oprimir mais o pobre, o q tem no voto a única maneira de se defender, mas tudo isso passa, se nós conseguirmos a justiça, e queremos e podemos conseguir, a honra e o amor vai vencer mais uma batalha contra o descaso e o abuso, mas se tivermos q aguentar mais ferro quente, mais fome, mais mentira, mais gigantescos roubos, aguentaremos pois somos resistentes a tudo e a todos, somos gente honesta e Deus e seus anjos estão do nosso lado!!! Sei q vão rir ao lerem sobre Deus, pois essa corja de cretinos assassinos jamais creream NEle, e por isso escravisam seu semelhante com duríssimas penas, mas um dia isso mudo, e pode ser DESTA VÊZ!!!!!

 
At 15/2/07 11:13, Anonymous Anônimo said...

Very nice site! » »

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home