:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: A "vitória" de Alckmin

quarta-feira, outubro 11, 2006

A "vitória" de Alckmin

por Eduardo Guimarães

A "vitória" de Alckmin Eu disse, no texto anterior a este - e agora parece ter sido confirmado -, que a imprensa e a oposição deram um tiro no pé no debate de domingo. E depois também, ao proclamarem que Alckmin o venceu, o que ninguém viu. Eufórica por ter conseguido levar a eleição presidencial para o segundo turno, a coalizão tucano-pefelê-midiática perdeu o recato. Como Ícaro, quis voar perto demais do sol e suas asas, de cera, agora começam a derreter. Foi o que mostrou a pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira, que já reflete completamente a impressão que o debate deixou entre os brasileiros.

A despeito disso, a imprensa continua afirmando que Alckmin "venceu" o debate. Mas por que, então, ele perdeu votos? A "explicação" do Datafolha é complicadíssima. Apesar de supostamente ter "vencido" o confronto com Lula, Alckmin caiu na pesquisa sabe-se lá por que. A sondagem teria captado uma vitória do tucano no debate por 43% a 41%, mas a mesma pesquisa revela que no estrato social em que ele mais perdeu votos foi entre o público preferencial daquele debate, o de classes média e alta. Dá para entender? Não importa. Aqui, no mundo real, o que se percebeu foi um choque da sociedade pela forma como o presidente da República foi tratado no debate da Bandeirantes. Um homem com décadas de vida pública inatacável foi tratado como um vigarista por seu adversário, que não teve a decência de ao menos respeitar-lhe o cargo, a instituição Presidência da República. E, como se não bastasse, os jornalistas da emissora paulista deram um show de partidarismo, reproduzindo o discurso policialesco do debatedor tucano, ao mesmo tempo em que tratavam este a pão-de-ló.

Enfim, o Brasil caminha para um momento histórico. Em que pese a possibilidade de novas armações tucano-pefelês-midiáticas - e, pelo que se viu no depoimento de Gedimar passos, que inocentou Freud Godoy e acusou o delegado tucano que fotografou e divulgou ilegalmente as fotos do dinheiro apreendido para compra do dossiê, certamente houve armação tucana nesse caso -, a possibilidade de derrota da mídia conservadora no Brasil constituirá um marco no processo democrático deste país. Pela primeira vez na história deste país a mídia terá jogado pesado para eleger um presidente e terá fracassado. Não será pouco.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home