:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: Quadrilha tucana

segunda-feira, outubro 23, 2006

Quadrilha tucana

Maneco relembra alguns episódios que marcam a trajetória de Eliseu Padilha, homem forte da campanha de Alckmin e Yeda no RS: “O deputado federal do PMDB, Eliseu Padilha, é o todo-poderoso da campanha de Alckmin no Estado. Mas Padilha adora o poder e neste final de semana passou também a dar as cartas na campanha de Yeda para o governo do Estado.

O jornal Zero Hora de hoje registra que, no final de semana, qualquer pergunta feita aos assessores da tucanada tinha sempre a mesma resposta: o Padilha que sabe. Sabe tanto que, apesar de ser acusado de receber propinas de mais de 122 milhões de reais ao tempo em que estava no Ministério dos Transportes (a ponto de ter sido chamado de ‘Eliseu Quadrilha’ pelo senador Antônio Carlos Magalhães, PFL-BA), transita como se contra ele nada houvesse e ainda denuncia a ‘falência ética’ do PT”.

“Dá para imaginar o que a mídia local faria se uma acusação dessas pesasse sobre um deputado do PT. Com tanta influência, seria de supor que tais acusações partiram de algum desafeto político. Mas não, as acusações contra Padilha partiram de procuradores do próprio Ministério dos Transportes e do Ministério Público. O esquema que, segundo tais denúncias, estaria ligado a um caixa dois do PMDB palaciano à época de FHC, envolveria movimentação de milhões de dólares em contas no exterior, super-doleiros e até um carro Toyota para a esposa do deputado que, segundo denúncia feita pelo Ministério Público, teria sido produto do pagamento de propina. Padilha foi acusado pelo Ministério Público e pela Corregedoria da Advocacia Geral da União de ter desviado pelo menos 122 milhões de reais dos cofres públicos enquanto esteve a frente do Ministério dos Transportes”.

http://rsurgente.zip.net/

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home