:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: Ó dúvida cruel

terça-feira, abril 11, 2006

Ó dúvida cruel

"Por que a crise política não afeta Lula nas pesquisas?"

Essa é a pergunta que a mídia se faz em quase todos os veículos de comunicação nesse início de semana. Especialistas, "cientistas" políticos e jornalistas procuram responder essa pergunta tão misteriosa. As tentativas de encontrar uma resposta que corresponda às expectativas dos figurões da imprensa são inúmeras: "A imagem de Lula não sofreu arranhões como o PT"; "O Lula está muito mais exposto na mídia que os adversários"; "Alckmin ainda não conquistou a imagem do anti-Lula"; "A demora na escolha do candidato tucano enfraqueceu o PSDB".

Infelizmente, nenhuma dessas mentes avançadas conseguiram encontrar uma resposta satisfatória. Será que ninguém chegou a uma conclusão simples e direta como: "Metade da população votará no presidente, porque acredita que ele tem feito um bom governo e merece a reeleição". ???

A verdade é que a grande mídia está querendo se perguntar: "Onde foi que nós erramos?"

Bom, agora perceberam que a estratégia de demonizar o governo Lula não está surtindo efeito. O povo não é tão tonto como imaginou o Sr William Bonner ao comparar seu telespectador com Homer Simpson. Vamos aguardar o próximo passo. Aposto que vão amansar e mudar de estratégia. Minha sugestão é que a pauta ética irá ser substituída pela pauta competência administrativa, cuja qualidade os tucanos acreditam deter o monopólio.

E como disse o companheiro Eduardo Guimarães, as últimas pesquisas do Datafolha indicam, mais do que o apoio popular do governo Lula, uma crescente desmoralização da mídia.

João

1 Comments:

At 11/4/06 13:14, Anonymous relesporter said...

Acredito que qualquer pesquisa antes o início das campanhas serão sempre hipotéticas e variáveis. O marketing político é o interlocutor da massa. Quem está em dúvida, ou indeciso em quem votar certamente será levado pelo "brilhantismo" das campanhas.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home