:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: Fragilidades da mídia

sexta-feira, março 24, 2006

Fragilidades da mídia

por Eduardo do blog Cidadania.com

A indignação e a sensação de impotência que estão tomando os cidadãos bem-informados e sedentos de justiça que sabem das ligações políticas do caseiro Francenildo dos Santos Costa com o PSDB e o PFL e que vêem os meios de comunicação censurarem as notícias sobre essas ligações não devem impedir que procuremos raciocinar com lógica a fim de detectarmos os pontos fracos desses veículos, pontos fracos que, pela lógica (deles), os obrigam a agir como estão agindo. Imaginem só a correria nas redações quando saiu a notícia de que o caseiro havia recebido depósitos que somavam quase 40 mil reais em sua conta bancária. A mídia e a oposição haviam investido tanto no caseiro. E ele era tão promissor... Aparência de bom moço, humilde, fala baixa e mansa, tímido... E, com um nome desses!? Fran-ce-nil-do!!? Um achado! Mas, agora, fora desmascarado. Diriam de seu salário de 700 reais para uma conta bancária com dezenas de milhares de reais. E, ainda por cima, viriam à tona suas ligações fortíssimas com o PSDB e o PFL...

Peço a você, leitor, que reflita sobre a seguinte questão: só a oposição seria desmoralizada ou a mídia que lhe encampou toda a estória sobre o caseiro também se veria em papos de aranha diante da opinião pública? Mantenho diálogo com esses jornalistas pré-pagos há muitos anos. Já mantive intensas trocas de e-mails com a maioria dos mais famosos - ao menos com os de São Paulo. Sei muito bem como essa gente pensa e de como é capaz de torcer os fatos e acreditar na alquimia retórica que pratica. Sei como são espertalhões, ou melhor, como se acham os maiores espertalhões da Criação e como subestimam - para não dizer que desprezam - seus leitores. São de uma empáfia desumana. Sentem-se semideuses, pessoal!

Será que você percebe como o noticiário da Globo está absolutamente sintonizado com o da Folha, que, por sua vez, está absolutamente sintonizado com o da Veja, e assim por diante? Posso até ver a reunião supramidiática em que foi afinado o discurso e o tratamento que os meios de comunicação dariam em uníssono à questão. Transformariam a descoberta demolidora de que o caseiro havia sido pago para acusar uma das mais altas autoridades da República e condutor da economia do país, bem como o próprio governo - gerando, assim, tensão nos agentes econômicos e ameaçando toda a população brasileira -, num ato ditatorial de um governo "corrupto" que "viola direitos" de "humildes rapazinhos pobres". Só havia uma "pequena dificuldade". Porém, uma "dificuldade" que vai se mostrando cada vez maior. Refiro-me ao fato de que o patrão do caseiro é do PSDB e de aquele que esse caseiro diz ser seu pai biológico e doador dos 38 mil reais é do PFL. Essa "dificuldade" a mídia decidiu "contornar" acordando entre todos os veículos que a compõem que nenhum deles noticiaria as ligações políticas do caseiro coincidentes com o período imediatamente anterior à denúncia que fez contra o ministro da economia do Brasil. O primeiro passo desse processo consistiu em a mídia encampar inquestionavelmente todas as alegações do caseiro sobre a origem dos 38 mil reais depositados no curso do mês de janeiro ultimo.

Assim, o que valeu para a mídia não foi a movimentação real da conta do moço e sim os recibos de depósito que ele exibiu, que perfazem só 25 mil reais dos 38 mil efetivamente depositados. Foi mel na chupeta! Ou não? Estamos fazendo um trabalho muito importante. Até a manhã desta terça-feira (21/3), além de centenas de acessos que este blog recebeu mais de 30 cidadãos de todas as partes do país concordaram com a proposta de espalharmos panfletos pelas ruas de nossas cidades, oferecendo os fatos às pessoas e pedindo a elas, apenas, que não acreditem no que diz a mídia sem antes buscarem fontes de informação alternativas e ouvirem aqueles que essa mídia acusa, além de informarem a quantos for possível as ligações políticas do caseiro com a oposição. Precisamos continuar. Nosso esforço está repercutindo. Não somos tão rápidos quanto a mídia, mas, em alguns dias, muita gente de toda parte do país estará repercutindo a suspeita de que os meios de comunicação estão sonegando fatos.

As pessoas passarão a prestar atenção para ver se o Jornal Nacional, por exemplo, noticiará quem são o patrão e o "pai" do caseiro. E, depois, essas pessoas voltarão ao assunto com quem as informou sobre tais ligações. Assim, continuem deixando seus comentários e e-mails aqui que lhes enviarei o texto do panfleto do qual poderão fazer cópias e distribuírem em suas cidades. Eu sei que é trabalhoso e desgastante, mas o que estamos fazendo é o que se chama resistência, no sentido mais puro do termo. Forças minoritárias e incomparavelmente menos armadas estão enfrentando tropas armadas até os dentes com o que há de mais moderno. Assim, como por exemplo acontece no Iraque, onde guerrilheiros mulambentos estão enfrentando a maior força militar da Terra e, por incrível que pareça, cada vez mais parece que estão vencendo, travaremos guerras de guerrilha, fustigaremos o adversário, não nas avenidas, mas nos becos, nas vielas, onde ele menos esperar.

Conto com vocês. No pasarán!
http://edu.guim.blog.uol.com.br/

Pegue o panfleto com o Eduardo e divulgue!
Aproveite e visite o ótimo blog Cidadania.com
João

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home