:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: Gravação é armação de Saulo

quinta-feira, agosto 24, 2006

Gravação é armação de Saulo

tiranossaulo
clique na figura para melhor visualização

O PT afirmou ontem que a escuta telefônica na qual um preso é flagrado ordenando ataques a políticos, poupando apenas os do partido, é uma armação arquitetada pelo secretário da Segurança Pública, Saulo de Castro Abreu Filho.


Na edição de ontem, a Folha revelou que a polícia, com base na escuta e por determinação de Saulo, abriu inquérito recentemente para investigar se existe ligação entre presidiários do PCC e militantes do PT. O número do inquérito e a data em que foi aberto não foram informados à Folha.


A gravação foi feita em 12 de maio --data do início dos ataques do PCC-- por uma autoridade da região oeste do Estado que pede para não ser identificado por temer represália. Ele avisou o governo sobre a gravação e o risco de ataques à época e, nas últimas semanas, a encaminhou para a Secretaria da Administração Penitenciária.


A acusação de armação eleitoral foi feita pelos presidentes nacional e estadual do partido, respectivamente, Ricardo Berzoini e Paulo Frateschi.


"Tenho a mais absoluta convicção de que se trata de uma armação. Desconfio que o secretário da Segurança Pública está por trás dessa armação, até porque quem participou da 'Operação Castelinho' já tem antecedentes", disse Berzoini, referindo-se a uma ação policial na qual o governo paulista é acusado de ter preparado uma emboscada para matar 12 supostos membros do PCC.


Em nota oficial, Frateschi diz que o PT não tem nenhuma ligação com a facção criminosa e afirma: "trata-se de uma manobra eleitoreira, com objetivo claro de impor desgaste ao PT". O dirigente do partido no Estado falou em "arapuca" e criticou a Folha, dizendo que o jornal "preferiu tomar parte do plano arquitetado por Saulo".


Em telefonema ao jornal, Frateschi disse que tudo não passa de picaretagem, ameaçou processar o jornal e afirmou que a reportagem saiu apenas em razão da subida de Lula nas pesquisas para a Presidência.


Ontem, após o governador Cláudio Lembo (PFL) confirmar o inquérito, a Secretaria da Segurança Pública enviou carta à Folha dizendo que é falsa a informação de que investiga se há ligação entre presidiários do PCC e petistas. Na nota, a assessoria diz ainda que Saulo não recebeu as gravações. O secretário também não quis comentar as acusações do PT.

A nota é assinada pelo assessor de imprensa Enio Lucciola, o mesmo que anteontem, em outra mensagem ao jornal, disse que o Deic [delegacia que investiga o crime organizado] aguarda autorização judicial para usar a gravação em inquérito policial já em andamento.
Anteontem, a assessoria da Delegacia Geral da Polícia Civil também confirmou o inquérito. O governo, porém, não explicou porque a investigação não foi aberta em maio, assim que soube da escuta.


O PT deve pedir cópia da fita e perícia. "Fita como essa pode ser produzida por qualquer pessoa mal intencionada. Mesmo que não seja falsa, o simples fato de o inquérito ser instaurado agora demonstra interesse eleitoral", disse Berzoini. Lula não comentou o assunto publicamente ontem.

O presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), por sua vez, disse que o caso " é assunto da polícia". "Cabe à polícia investigar e ver o que está por trás disso." Já o tucano José Serra, candidato ao governo, disse que a "reportagem é auto-explicativa". "É só ler. São os petistas que precisam se explicar. Não tenho nada para dizer."

O senador Aloizio Mercadante (PT), que disputa o governo, chamou ontem de "factóide" o inquérito policial. "Eu estranho. Se é um episódio de maio, por que só agora? Pelo que li, um episódio de maio, por que não foi investigado com rigor? Por que deixar para um mês [antes] da eleição, o que me parece um factóide?"

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u125306.shtml

O desespero da oposição seria cômico, senão fosse trágico para a democracia. A forma grosseira e truculenta como Saulo de Castro encara o jogo político, rendeu-lhe o justo apelido de "Tiranossaulo". Um outro apelido que lhe cairia muito bem seria "homem de Neanderthaulo".

Construir uma ponte entre PCC e PT é a última das tentativas para derrubar o presidente Lula nas pesquisas. É a carta na manga que está guardada desde julho esperando o momento certo.

Enquanto Saulo e sua turma tucana se debatem como baratas agonizantes após um ataque de spray detetizador, Lula e os companheiros continuam a voar na liderança com céu de brigadeiro.

Não adianta. Lula é muitos.

Vão agonizar para lá!

João

1 Comments:

At 25/8/06 00:56, Anonymous jose justino de souza neto said...

Perfeito. O apelido caiu tão bem no tosco secretário que agora não dá para separar os dois.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home