:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: INCOERÊNCIA OU FALSIDADE?

quinta-feira, agosto 10, 2006

INCOERÊNCIA OU FALSIDADE?


A senadora Heloisa Helena passou para muitos cidadãos a imagem de guerreira combativa, guardiã da ética na política e defensora incondicial dos princípios partidários. Após sua expulsão do partido por infidelidade partidária e ação parlamentar em oposição ao governo, ela passou a trombetear aos quatro ventos que sua punição foi injusta uma vez que suas atitudes eram de fidelidade aos princípios e programa do PT.
A uma pergunta do jornalista Bonner, a respeito da administração do FHC e do Lula, a senadora responde:


" Não, eu só digo uma coisa a você. Eu não sou mercadora de ilusão, não sou cínica e mentirosa, jamais disponibilizaria meu nome e o programa ao povo brasileiro se eu não me sentisse plenamente capacitada de cumprir essa tarefa. Eu digo sempre duas coisas. Eu estou absolutamente preparada para estar no Palácio do Planalto, enfrentando os sabotadores do desenvolvimento econômico, viabilizando a democratização da riqueza, a reforma tributária, a política de saúde, a educação, a segurança pública, investimentos na indústria, no comércio, no que gera emprego e renda para o meu Brasil (...)"

A economia sofreu vários reveses, devido ao clima de acusações sem provas e de ameaças durante todo o decorrer das CPIs fajutas que não provaram nada. Ela participou ativamente dessa sabotagem.
A senadora votou contra o PROUNI.
A senadora quando faz críticas ao bolsa-familia está afirmando que não reconhece as qualidades e virtudes desse programa e, além disso, faz côro com a direita que já percebeu que
está perdendo seus currais eleitorais nos chamados "burgos podres" . O bolsa-familia está afastando os mais pobres da dependência do coronelato político no interior do país.
Logo em seguida, a jornalista fez-lhe a seguinte pergunta:


Fátima Bernardes: Vamos falar então do seu programa. O programa de seu partido falando de reforma agrária diz que não existe saída para o campo brasileiro sem a expropriação das grandes fazendas, sejam elas produtivas ou não. A senhora vai tomar terras de proprietários rurais que produzem e empregam?

Heloisa Helena:"Eu não posso meu amor, porque a Constituição proíbe. Programa de partido se trata de objetivos estratégicos do partido. Não tem nada a ver comprograma de governo. (...) Seria impossível fazer a expropriação de terra, a não ser que tenha trabalho escravo ou plantação de maconha. (...) A Constituição do Brasil é muito clara. Porque eu tenho obrigação de conhecer a ordem jurídica vigente, a legislação do meu país.(...)"


Fátima Bernardes: Não seria incoerente candidata, ter visto no programa, quer dizer, não pode levar o eleitor a pensar o seguinte. Que outros itens do seu programa, do partido que a senhora ajudou a fundar, a senhora poderia dizer que não pretende cumprir?

Heloísa Helena: "Não. Veja só uma coisa. Talvez quem não é militante de partido, não entenda muito isto.(...) Objetivo estratégico é algo que você pensa em implementar em 30 anos, 40 anos."

As respostas da senadora permitiu-lhe desvelar-se para os cidadãos não apenas como incoerente, conforme expressão da jornalista. Ela demonstrou frente às câmeras que todo o seu discurso de defesa dos princípios partidários era falso. A senadora, agressiva e autoritária não estava conseguindo espaço no coletivo do partido porque seu comportamento individualista e personalista não permite decisões democráticas. A desculpa pela expulsão foi acusar o partido de não cumprir seu programa nas ações do governo e, na resposta à jornalista, constatamos que não era esse o verdadeiro motivo do seu ódio e de suas ameaças.


A perplexidade com sua falsidade e seu discurso mentiroso ficou evidente na sua convivência suspeita, e até com alguma intimidade, com políticos que a humilharam no governo passado e que esbravejam discursos extremamente reacionários e típicamente facistas em suas ameaças de agressão ao Presidente da República. Todo esse comportamento abjeto não a credencia de modo algum a representar a nação. Ela, como seus pares da direita brasileira, representada principalmente pelo PSDB e PFL, não possuem classe, caráter e nem educação como condições mínimas para representar nosso povo. Sua atitude durante as CPIs não foi diferente daquela mantida pelos tucanos e pefelistas que consistia apenas em acusar, ameaçar e condenar sem apresentar qualquer tipo de provas.


A novidade do discurso direitista atual é afirmar que a Heloisa Helena age como o Lula agia outrora. Este discurso só pode ter um objetivo. Diante da queda do Alckmin e da ascensão da senadora nas pesquisas, o argumento pode levar uma certa parcela de eleitores anti-Lula que flutuam ao sabor das manchetes da mídia empresarial, e das declarações encomendadas de certos jornalistas, a associar a senadora com o presidente e, consequentemente, mudarem novamente sua preferência.
Na realidade, a associação da senadora com o Lula é uma grande mentira e mais uma forma de agredir o presidente insinuando que ele foi um político violento, anti-democrático, prepotente, arrogante e preconceituoso.

Não poderia deixar de anotar aqui uma frase de um ex-Ministro deste governo, Roberto Amaral (PSB), ao comentar as denúncias do deputado Gabeira e que, particularmente, cai como uma luva na senadora:

"Toda vez que o esquerdista irresponsável transita para a direita autoritária elege como alvo de sua fúria freudiana aqueles cujo exemplo de conduta retilínea põe a nu seus desvios de caráter".


Fonte da entrevista: http://www.portalmidiapetista.blogspot.com
Fonte da frase: http://www.vera13.blogspot.com

3 Comments:

At 11/8/06 08:53, Anonymous patrickgleber said...

Olá José!

Grato pela visita ao meu blog, espero que continue.

E sobre a senadora Heloisa Helena, não sei se você leu o último artigo que escrevi, faço uma comparação entrew ela e Collor. Veja

www.blogdopatrick.blogspot.com

 
At 11/8/06 09:10, Blogger João Carlos said...

Ótimo post.

A décadas Lênin já alertava sobre o esquerdismo infantil. Heloisa Helena posa de mulher firme e convicta, mas mostra-se tolinha ao fazer o jogo da direita.

Joao

 
At 11/8/06 10:49, Blogger João Carlos said...

A cena da HH tirando cisco do olho de Artur Virgilio é emblemática. Aquela foto diz tudo.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home