:: Blog da Reeleição .:. LULA 2006 ::: Editora Abril condenada a pagar indenização

quarta-feira, junho 21, 2006

Editora Abril condenada a pagar indenização

A Tribuna da Imprensa (http://www.tribuna.com)
publicou nesta quarta-feira a seguinte notícia:

A revista indenizará ex-donos da Escola Base

"São Paulo - O Tribunal de Justiça de São Paulo
(TJ-SP)condenou ontem a Editora Abril, dona da
revista "Veja", a pagar indenização de R$ 250 mil
aos ex-donos da Escola base, Icushiro Shimada,
sua mulher, Maria Aparecida Shimada e ao ex-motorista,
Maurício Almeida.

Eles foram apontados, em reportagens, como autores
de abusos sexuais contra crianças matriculadas
na Escola Base. Os três já foram inocentados na
Justiça.

A indenização será corrigida a partir de maio de
2003, quando foi proferida, em primeira instância,
a sentença condenatória."


Poucas pessoas, talvez, se recordem do "massacre"
midiático sobre o casal e o motorista, nas ACUSAÇÕES
e CONDENAÇÕES sem provas, que foram atiradas sobre
eles pela revista e outros "respeitáveis" jornalões.
As acusações de pedofilia e outros crimes forçaram
os três a se refugiarem, para não serem vítimas da
violência popular induzida pela mídia. A "farra"
midiática ajudou bastante o caixa da Abril e das
editoras de jornal naquela época.


Após cessarem as chamas da fogueira inquisitorial
midiática e, logo em seguida, constatar-se que não
houve qualquer espécie de crime ou atentado ao
pudor, o casal tentou em vão retomar suas atividades
na escola. Nunca mais conseguiram se recuperar,
graças à covardia e oportunismo dessa mídia facistóide,
que hoje agride de forma desrespeitosa e rasteira o
Presidente Lula e não possui um mínimo de escrúpulos
em pregar o golpismo e, ao mesmo tempo, apelar para
democracia quando é questionada sobre seus deveres.


Acabei de ler no blog dos amigos do Presidente Lula
(http://www.osamigosdopresidentelula.blogspot.com)
mais uma armação dos facínoras da VEJA. Desta vez,
acusam petistas de sabotagem biológica numa região
da Bahia ("Cientista desmente revista Veja sobre
sabotagem do cacau"). Considero perda de tempo e
espaço comentar aqui mais essa "pérola" da pasquim
dos Civita/Capital Internacional.


Nunca é demais lembrar que a expressão "imprensa marrom"
surgiu numa época em que o decoro (e a censura do
Estado) não permitia que se utilizasse a palavra "merda"
na imprensa. A palavra "marrom" é que foi escolhida para
substituí-la. Nenhuma das duas, porém, e muito menos a
que nomeia uma determinada cor, se comparam aos humores
pútridos que exalam das páginas da revistinha da Abril.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home